Fibroblastos e Melasma

Olá meus Amigos!


Olha que estudo perfeito trago como sugestão de estudo essa noite!

Feito e publicado por pesquisadores da Universidade Estadual Paulista em Botucatu o estudo teve como objetivo explorar a morfologia, taxa de crescimento a expressão gênica de fibroblastos da pele com melasma.


Sabemos que os fibroblastos possuem um papel importante no desenvolvimento do melasma e saber mais sobre quais os genes mais expressos nos ajuda a escolher os ativos para associar com despigmentantes.


Curso de Tratamentos do Melasma
Garanta sua vaga! Ligue 19 3112-9900

Os autores relataram que a morfologia dos fibroblastos das regiões com melasma apresentam uma alteração na morfologia, ficam menos alongados, que é uma característica de fibroblastos senescentes.


Foram identificadas alterações na expressão gênica em fibroblastos isolados de pele de melasma quando comparados àqueles isolados de pele saudável. Os genes WNT3A, EDN3, ESR2, PTG2, MMP1 e SOD2 foram regulados positivamente, enquanto os genes COL4A1, CSF2, DKK3, COL7A1, TIMP4, CCL2 e CDH11 foram regulados negativamente.


Isso mostra a necessidade de usarmos inibidores de endotelina, estimuladores de DDK e confirma que no melasma, devido ao aumento de enzimas que degradam colágeno e redução de TIMPs (que são inibidores de MMPs) os diversos tipos de colágeno ficam comprometidos, levando a uma maior chance de melasma dérmico.


Tem muitas informações ricas neste estudo e ainda por cima está liberado na íntegra.

Recomendo fortemente a leitura!


Abraços


Espósito ACC, Brianezi G, Miot LDB, Miot HA. Fibroblast morphology, growth rate and gene expression in facial melasma. An Bras Dermatol. 2022 Jul 12:S0365-0596(22)00121-0. doi: 10.1016/j.abd.2021.09.012. Epub ahead of print. PMID: 35840442.


#lucasportilho #icosmetologia #consulfarma #dermatologia #estética #farmaciaestetica #farmacia #biomedicinaestetica


524 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • 1024px-Telegram_logo.svg
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram