Formulação para Melasma

Ontem encontrei esse estudo e se olharmos bem ele tem a participação da Isdin, uma empresa de dermocosméticos.


Cantelli M, Ferrillo M, Granger C, Fabbrocini G. An open-label, investigator-initiated, single-center, prospective, pilot clinical study to evaluate the efficacy of a skin whitening serum applied twice daily combined with a spot-preventing SPF50+ sunscreen in healthy female subjects with melasma hyperpigmentation. J Cosmet Dermatol. 2021 Jun 4. doi: 10.1111/jocd.14271. Epub ahead of print. PMID: 34087055.


Eu conheço bem essa combinação que eles usaram no estudo e quero compartilhar com vocês uma formulação muito semelhante a que foi usada nesse estudo. Lembrando que não estou expondo nenhuma informação confidencial, apenas usando as informações que foram disponibilizadas no estudo publicado. 😉

No estudo eles usaram a niacinamida, que todos sabem que sou fã, o glicirrizinato de potássio como ativo calmante, o ácido glicólico para aumentar o turnover celular, o butylresorcinol para inibir tirosinase e TRP-1 e por fim o hydroxyphenoxy propionic acid, que se chama Calmosensine.


Minha sugestão de formulação baseada no estudo seria:


NIACINAMIDA 4%

ACTICINOL (BUTYLRESORCINOL) 0,4%

GLICIRRIZINATO DE POTÁSSIO 0,5%

PORTULACA 2%

ÁCIDO GLICÓLICO 10%

WHITONYL 2%


Recomendo deixar o pH final da formulação em 3,5 – 4,0.

Aplicar a noite e usar muito protetor solar durante o dia!

No lugar do⠀calmosensine usei o Portulaca (INCI Name: Portulaca Oleracea Extract) e no lugar do Hydroxyphenoxy propionic acid, que é um inibidor da transferência da melanina usei o Whitonyl (INCI Name Water & Palmaria palmata Extract).


Abraços e tenham uma semana sensacional!

Abraços



#lucasportilho #icosmetologia #consulfarma #icosmetologia #dermatologia #estética #estetica #biomedicinaestetica #farmaciaestetica #farmácia

486 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • 1024px-Telegram_logo.svg
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram