• Lucas Portilho

Poluição e Pele, o acelerador extrínseco do envelhecimento

Atualizado: Fev 12


Muitas pessoas conhecem os efeitos prejudiciais da poluição ambiental sobre a saúde, principalmente no trato respiratório, mas poucos conhecem seus efeitos na pele.

Pesquisas recentes mostram que as partículas em suspensão no ar conseguem penetrar na pele e em conjunto com a radiação ultravioleta produz estresse oxidativo e inflamação que futuramente acelera o aparecimento de rugas e linhas de expressão, pigmentação e até câncer de pele. A poluição ambiental do ar engloba diversas substâncias em partículas, cujo aumento devido à industrialização e urbanização é altamente associado com morbidade e mortalidade em todo o mundo (Kim et al., 2016). A exposição crônica à radiação ultravioleta é a maior causa do envelhecimento extrínseco, porém, há outros fatores que influenciam para o envelhecimento prematuro. Exposição ao espectro de luz visível e infravermelho e a poluentes existentes do ar na forma de gases e partícula. A absorção cutânea e captação dérmica de contaminantes em gases é um importante e relevante mecanismo de exposição humana à poluição. Os poluentes causados pela matéria particulada (PM) podem transportar hidrocarbonetos poliaromáticos (PAHs), que são altamente lipofílicos e, portanto, penetram com facilidade na barreira da pele, alterando o seu funcionamento, o que resulta estresse oxidativo e danos inflamatórios pela reação com proteínas da pele, lipídeos e moléculas de DNA. Os bifenilos policlorados, outras PMs tóxicas, através da bioacumulação, podem causar deformidades.

A exposição tópica à poluição demonstrou efeitos nocivos a pele, podendo resultar em desordens e patologias, incluindo xerose, sensibilidade, envelhecimento precoce e sinais de envelhecimento, como formação de rugas, pigmentação anormal e pele seca. Os poluentes também podem estar envolvidos na acne, eczema, erupções cutâneas e câncer de pele. Desta forma, a proteção eficaz da pele contra a poluição é muito importante não apenas por razões estéticas ou atenuação de manifestações cutâneas, mas também para inibir os riscos à saúde envolvendo os danos intrínsecos a outros órgãos.

Poluição, Doenças de Pele e Envelhecimento

Estudos epidemiológicos sobre o impacto da poluição demonstram que as substâncias em partículas afetam o desenvolvimento e a exacerbação de doenças dermatológicas. A exposição à poluição causa: • Indução do estresse oxidativo; • Produção de espécies reativas de oxigênio (superóxido e hidroxila); • Secreção de citocinas pró-inflamatórias (TNF-α, IL-1α e IL-8); • Aumento de MMP’s (MMP-1, MMP-2 e MMP-9). Nos últimos anos, diversos estudos indicam a ligação entre desordens cutâneas e exposição aos poluentes aéreos, como por exemplo material particulado, ozônio, dióxido de enxofre, compostos orgânicos voláteis e dióxido de nitrogênio. Esses processos levam ao aumento de doenças cutâneas inflamatórias, degradação do colágeno e envelhecimento da pele. Além disso, as partículas ultrafinas, incluindo o carbono negro e hidrocarbonetos policíclicos aromáticos aumentam a incidência de câncer de pele.

Novos Ativos Antipoluição

Pollushield™️ Pollushield™️ protege a pele contra os danos induzidos pela poluição graças à combinação de um polímero com propriedade quelante de metais e um ação antioxidante mais potente que resveratrol, ácido ferúlico e vitamina E. INCI Name: Water, Propanediol, Diisopropyl Adipate, Lecithin, Acrylic Acid/Acrylamidomethyl Propane Sulfonic Acid Copolymer, Dimethylmethoxy Chromanol, Glyceryl Caprylate, Xanthan Gum. Estudos Comprovam a Ação Antipoluição de Pollushield™️ Em comparação aos explantes sem tratamento com Pollushiled™️ ocorreu a redução da concentração de malondialdeído, um importante biomarcador utilizado na avaliação do estresse oxidativo. 

Exo-P™️ Exo-P™️ é um polissacarídeo altamente purificado do Kopara (micro-organismo) da Polinésia Francesa. Reduz a adesão das PM2,5 (partícula de matéria superior a 2,5mcm). Quelante de metais pesados. Reduz a atividade dos radicais livres, protege a pele e a integridade celular contra os poluentes, inclusive fumaça de cigarro. Estudos Clínicos Comprovam

Foram avaliados 18 pacientes com idades entre 42 e 72 anos. Ação Protetora (Antiadesão) Aplicação de uma solução aquosa contendo 2% de Exo-P™️ no antebraço seguida da aplicação de PM2,5, lavagem com água e secagem. + de 45% das PM2,5 não aderiram à pele, em comparação com placebo Ação Neutralizadora dos Efeitos dos Poluentes Aplicação de PM2,5 no antebraço seguida e lavagem com uma solução aquosa contendo 1% de Exo-P™️ e secagem. Exo-P™️ neutraliza imediatamente os efeitos dos poluentes prevenindo o envelhecimento precoce e os distúrbios dérmicos. + de 27% das PM2,5 foram removidas, em comparação com placebo. Avaliações In Vitro/Ex Vivo + 28% Proteção Contra Radicais Livres + 44% Proteção Contra Hidrocarbonetos + 44% Proteção Contra Metais Pesados Pollustop®️ Pollustop®️ é um polissacarídeo aniônico de alto peso molecular, obtido por biotecnologia, que possui a capacidade de formar um filme sobre as superfícies da pele e do cabelo. Age como uma barreira contra os três tipos de estresse causados pela poluição atmosférica, radiação UV e doméstica, envolvendo agentes químicos, e assim limita os danos causados extra e intracelularmente. INCI Name: Biosaccharide gum-4 (and) 1,2-hexanediol. Estudos Comprovam Proteção Contra a Poluição Estudo in vivo com 10 voluntários mostrou a eficácia da aplicação de um creme contendo Pollustop®️ nas concentrações 1%, 3% e 5% em comparação ao placebo na exposição à uma solução de partículas de carbono. Estudo ex vivo comprovou a eficácia de Pollustop®️ a 5% na proteção da epiderme contra os sulfatos utilizados em produtos de higiene e limpeza. Pollustop®️ aumenta a proteção contra a toxicidade celular induzida por sulfatos em 37%. Filmexel®️ Filmexel®️ é um ativo composto por uma rede de polímeros naturais interpenetrados com ação de filme protetor, criando uma camada biomimética protetora, protegendo a pele dos agentes externos nocivos oriundos do ambiente urbano e da poluição (Silab). INCI Name: Kappaphycus alvarezii Extract & Caesalpinia spinosa Fruit Extract. Testes de eficácia em barreira física: Além do efeito protetor, Filmexel®️ suaviza a pele rapidamente, atenuando as rugas visivelmente e melhorando a aparência desde a primeira aplicação. Charcoal Powder®️ O uso de produtos capazes de reduzir a carga de materiais particulados na pele é uma das estratégias aplicadas para proteger a pele humana contra o dano induzido pela poluição. Charcoal Powder®️ é um carvão vegetal ativado, leve e de cor negra obtido através do bambu, a base de carbono e cinzas, após a remoção de todo o conteúdo hídrico e compostos voláteis. Vem sido utilizado há séculos em países asiáticos por suas propriedades detoxificantes. INCI Name: Charcoal Powder Charcoal Powder®️ é um material microporoso com elevada área superficial interna que funciona como um filtro na pele, eliminando substâncias prejudiciais para a saúde e boa aparência da mesma. EPS White EPS White é um exopolissacarídeo marinho que possui dois aminoácidos em sua estrutura: alanina e serina. Estes induzem o enovelamento da molécula em forma de microvesículas, o que facilita a penetração na pele para interagir com as sinapses pigmentares. INCI: water (and) glycerin (and) phenoxyethanol (and) saccharide isomerate. Eficácia IN VIVO Comprovada: • Após 2 semanas de tratamento:Redução média de 6% de manchas escuras, podendo chegar até 38%.Após 4 semanas de tratamento:Redução média de 13% de manchas escuras, valor máximo de 57%.Após 8 semanas de tratamento:* • Redução média de 20% de manchas escuras e até 60%;Redução média de 12% na área de manchas escuras, sendo que o máximo observado foi de 51%;96% dos voluntários observaram redução das manchas;92% dos voluntários notaram uma pigmentação mais uniforme;92% dos voluntários relataram mudança no tom de pele após cada aplicação. Abração!

Lucas Portilho *Referências Bibliográficas* Kim KE, Cho D, Park HJ. Air pollution and skin diseases: Adverse effects of airborne particulate matter on various skin diseases. Life Sci. 2016 May 1;152:126-34. doi: 10.1016/j.lfs.2016.03.039. Epub 2016 Mar 25. Wu CC, Bao LJ, Tao S, Zeng EY. Dermal Uptake from Airborne Organics as an Important Route of Human Exposure to E-Waste Combustion Fumes. Environ Sci Technol. 2016 Mar 21. Krutmann J, Schikowski T, Hüls A, Vierkötter A, Grether-Beck S. Environmentally induced (extrinsic) skin aging. Hautarzt. 2016 Feb;67(2):99-102. doi: 10.1007/s00105-015-3750-6. Puri P1, Nandar SK2, Kathuria S1, Ramesh V1.Effects of air pollution on the skin: A review.Indian J Dermatol Venereol Leprol. 2017 Jul-Aug;83(4):415-423. Krutmann J, Moyal D, Liu W, Kandahari S, Lee GS, Nopadon N, Xiang LF, Seité S.Pollution and acne: is there a link?Clin Cosmet Investig Dermatol. 2017 May 19;10:199-204. Lipotec, Espanha. Lucas Meyer, França. Solabia Group, Brasil. Silab, França. Innovasell, USA. Codif, França.

#Pollushield #ExoP #Pollustop

0 visualização
revista,bannersite.jpg

© 2010 lucasportilho.com • Todos os direitos reservados.