• Lucas Portilho

Película Protetora para Reduzir as Lacerações em Idosos


Skin Tears

Lacerações na Pele de Idosos

Com o envelhecimento, 20% da espessura dermal é perdida fazendo com que a pele de muitos idosos seja quase transparente na aparência (Ratliff e Fletcher, 2007).

Ocorrências e Alterações Cutâneas Associadas

As alterações na pele envelhecida aumentam a predisposição ao aparecimento de skin tears, que mesmo não sendo graves podem causar infecções e desconforto, além da demora para a cura devido à lenta taxa de turnover celular (Ratliff e Fletcher, 2007).

• Ocorrem mais frequentemente nas extremidades de indivíduos com idade avançada e pele muito frágil (Rayner et al., 2015).

• O fotodano, incluindo a elastose solar, também é considerado um fator de risco,pois aumenta a fragilidade da pele (Koyano et al., 2016).

• Também há diminuição do colágeno de tipo IV e metaloproteinases de matriz do tipo 2 com aumento do fator de necrose tumoral-α (Koyano et al., 2016).

Intervenções

As rotinas de hidratação da pele com produtos emolientes e hidratantes fazem parte do conjunto de diversas intervenções indicadas para a prevenção de lacerações em idosos (Ratliff e Fletcher, 2007; Leblanc et al., 2016).

Pele dos Idosos

Achados Clínicos para o Melhor Cuidado

1. Desidratação e Prurido

A predisposição ao ressecamento é uma das consequências típicas do envelhecimento, que pode levar ao ressecamento excessivo que resulta no prurido de pacientes idosos (Cybulski e Krajewska-Kulak, 2015).

• Manteiga Hidratante e Refrescante

O uso de hidratantes e emolientes é importante no tratamento do prurido em idosos, principalmente nos casos associados com xerose. O mentol também é indicado, pois promove sensação de refrescância (Patel e Yosipovitch, 2010).

2. O pH Elevado

O pH da pele é crucial para suas funções fisiológicas e um declínio da acidez do estrato córneo é observado em idosos. Isso reduz a integridade epidermal, tornando a pele mais suscetível à colonização microbiana (Behm et al., 2015).

• .Hidratante com Ácido Glicólico pH 4.0

Estudo demonstrou os benefícios da aplicação de uma emulsão com ácido glicólico a 10% e pH 4.0 em pacientes idosos. Houve a normalização do pH da pele e melhora da função barreiraepidermal (Behm et al., 2015).

3. Odor Corporal

O odor corporal da pele humana consiste de vários componentes e o 2-nonenal, um aldeído insaturado de odor gorduroso, demonstrou ser detectado somente em pacientes com mais de 40 anos, pela degradação do ômega-7 (Haze et al., 2001).

• Sabonete Antifúngico

Estudo de 6 meses de duração, com 54 idosos, demonstrou que o uso de sabonete com nitrato de miconazol atua na supressão do odor corporal através da inibição da oxidação lipídica (Ozeki e Moro, 2015).

Para conhecer mais sobre o prof. Lucas Portilho, visite o Instagram - @lucasportilhooficial

Esse artigo é exclusivo para profissionais da saúde! Se você não é profissional da saúde Consulte um Dermatologista! Diga não a Automedicação!

#idosos #skintears #hidratantes #ph

0 visualização
revista,bannersite.jpg

© 2010 lucasportilho.com • Todos os direitos reservados.