• Lucas Portilho

MALEFÍCIOS DO BRONZEAMENTO


Ao contrário do que muita gente pensa bronzeamento está fora de moda. Desde o início dos anos 2000 inúmeros estudos tem demonstrado os malefícios dessa prática. O bronzeamento é causado quando a radiação UVA emitida pelo solr entra em contato com a nossa pele. A partir daí, as células conhecidas como melanócitos iniciam um processo de produção de um pigmento na nossa pele, conhecido como melanina. O objetivo de produzir melanina é aumentar a proteção da pele contra os malefícios causados pela UVA. Vamos ver alguns efeitos observados na pele causados pelo bronzeamento:

1. Atualmente, existem inúmeras evidências que comprovam que a radiação solar UVA contribui para a formação de tumores malignos e benignos e no desenvolvimento de câncer de pele.

2. Comparando os dados sobre os cânceres de pele obtidos da Norwega, Austrália e Nova Zelândia, pesquisadores do Departamento de Biologia da Radiação do Instituto de Pesquisa de Câncer indicam que a radiação UVA é muito importante para a formação do melanoma maligno.

3. A radiação UVA induz a lesão do DNA em queratinócitos e melanócitos, apresentando também o efeito imunossupressor.

4. A radiação UVA causa a formação das Espécies Reativas de Oxigênio e causa alteração das atividades enzimáticas, particularmente da catalase, induzindo também a lesão celular e oxidação das proteínas celulares.

5. A radiação UVA-1 induz a expressão de MMP-1 mediada pelos mecanismos autócrinos envolvendo as interleucinas IL-1 e IL-6. Consequentemente, ocorre a degradação das fibras de colágeno e a formação de rugas.

Assim, bronzeamento significa em última instância, grave lesão celular atingindo até o material genético

Referências:

Syed DN, Malik A, Hadi N, Sarfaraz S, Afaq F, Mukhtar H. Photochemopreventive Effect of Pomegranate Fruit Extract on UVA-mediated Activation of Cellular Pathways in Normal Human Epidermal Keratinocytes. Photochem Photobiol. 2005 Jun 1;

Furio L, Berthier-Vergnes O, Ducarre B, Schmitt D, Peguet-Navarro J. UVA radiation impairs phenotypic and functional maturation of human dermal dendritic cells.

J Invest Dermatol. 2005 Nov;125(5):1032-8.

Moan J, Porojnicu AC, Dahlback A. Ultraviolet radiation and malignant melanoma. Adv Exp Med Biol. 2008;624:104-16.

Photodermatol Photoimmunol Photomed. 2006 Feb;22(1):22-32.

J Invest Dermatol. 2005 Nov;125(5):1032-8.

Photochem Photobiol Sci. 2006 Mar;5(3):275-82. Epub 2006 Feb 7.

#bronzeamento #filtrosolar #radiaçãoUVA

0 visualização
revista,bannersite.jpg

© 2010 lucasportilho.com • Todos os direitos reservados.